Obrigado pela divulgação . Passem a mensagem aos amigos e aos colegas.
5 de Março de 2009 às 01:20

NEL:
A GUERRA contra a descriminação da enfermagem começou!


NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!
6 de Março de 2009 às 12:26

Anónimo:
NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!

NÃO VOTEM PS!! NÃO VOTEM PS!!
6 de Março de 2009 às 21:42

Anónimo:
E então a resposta do MS? Parece um atestado de estupidez, "tem em conta as actuais remunerações praticadas", traduzido: não prevê qualquer revisão e actualização salarial;
"prevê um horizonte temporal relevante", traduzido: daqui a 15 anos, começamos a ganhar o mesmo que os outros TS em inicio de carreira, quantas mais posições remuneratórias, mais anos para saltar de posição em posição (absurdo, ridiculo, 3ºmundista, o desprestigio total da classe);
"o próprio MS manifestou aos sindicatos a possibilidade de ser criada uma tabela fechada para as categorias actuais de chefe e de supervisor, por forma a evitar a descategorização, mas sem prejuízo de opção pela nova carreira a requerimento do interessado",traduzido: os miseros cerca de 300 Enfermeiros que já ganhavam razoavelmente, continuam iguais, os outros que prestam cuidados continuam na penúria;
"todavia, defende o MS que a comissão de serviço prevista para o exercício de cargos de gestão inerentes à profissão, que não constitui cargo dirigente", traduzido: um Enfermeiro dirigente nunca, é a única classe licenciada do País da qual nunca poderá sair um dirigente da Administração Pública, porque é que não estou admirado?
A minha proposta? Simples, integração na carreira TS geral, em paridade, sem o "especial", que de especial o que tem realmente é o vencimento que é a única exepção pelos seu baixo valor de entrada, mais uma vez uma Tabela "especial" só para os Enfermeiros,a única exepção em todo o universo das carreiras TS.
Bom resta-nos tirar outras Licenciaturas e abandonar a Enfermagem, para ser iguais aos outros...
22 de Março de 2009 às 00:15

Anónimo:
http://enfmario.blogspot.com/2009/04/portugal-no-seu-melhor-mestre-em-gestao.html

Mestrado em gestão de campos de golfe
6 de Abril de 2009 às 12:21