17 de Dezembro de 2007
Nas noticias da semana passada veiculavam informações de que existiam para ocupar em Braga cerca de quinze mil habitações. Ou seja, são cerca de Quinze Mil casas (não contam aquelas que estão ainda a ser acabadas) para ocupar num Concelho que tem cerca de 160 Mil habitantes.

Isto, na minha opinião, só pode reflectir os erros sucessivos de anos e anos de governação camarária sem uma política estruturada de habitação. Os prédios surgem como cogumelos, em locais mais estranhos e descurando outros aspectos que são fundamentais para os Bracarenses.

As estruturas políticas não podem esquecer que garantir habitação acessível economicamente a todos, não chega. Não se pode garantir que essas habitações sejam sujeitas ao poder imobiliário e da construção civil sem que se tenham em conta aspectos ambientais, educacionais e culturais.

Braga, cresceu em prédios, sem dúvida é um bom dormitório, mas uma cidade da dimensão de Braga, não pode almejar apenas ser um dormitório, tem de apostar em todas as vertentes que façam jus ao slogan que há alguns anos a JS lançou que dizia:
"É bom viver em Braga"
Discordo disto, neste momento posso dizer: É bom dormir em Braga!
publicado por Luís Caldas às 19:51

O Blog da Candidatura do Enfermeiro Azevedo acaba de informar que irá impugnar o acto eleitoral por ter detectado infracções gravíssimas no decurso deste. Afirma ainda que independentemente dos resultados eleitorais a serem divulgados esta impugnação avançará.

O que significa que quer seja ele, ou outros dos dois candidatos o escolhido para bastonário, pedirá a impugnação do acto pedindo um novo acto eleitoral.

Aguardo ecos dos resultados e também afirmações sobre que irregularidades foram detectadas pela Lista C para as divulgar.

Nota: Às 21horas ainda não se encontra disponível, no site da Ordem dos Enfermeiros, os resultados do acto eleitoral. Apesar de continuar a divulgar-se que estes seriam publicados durante o dia 17.

Nota Final: Maria Augusta Sousa foi eleita Bastonária. A Lista D venceu em todos os locais menos na Secção Regional Norte, onde a Lista A liderada pelo Enfermeiro Germano venceu. Ainda não detenho os resultados oficiais que quando tiver irei divulgar. Na próxima quarta-feira irei fazer uma análise do que se espera para o próximo mandato da Ordem dos Enfermeiros. A todos os vencedores sem excepção, espera-se trabalho e competência.
publicado por Luís Caldas às 17:11

Esteve hoje em debate na Rádio Clube Português o estado da Enfermagem em Portugal.

Foram convidados a participar neste debate a Vice-Presidente da Escola Superior de Enfermagem da Universidade do Minho, Enfermeira Goreti Mendes e o Presidente da Direcção da Associação de Estudantes de Escola Superior de Enfermagem Calouste Gulbenkian da Universidade do Minho.

Acerca da formação de Enfermagem a visão de ambos os convidados incidiu na importância das transformações implementadas com o Processo de Bolonha e descortinei nas palavras de ambos a tendência de uma necessidade de debate dos enfermeiros sobre a pertinência da passagem da Enfermagem para o Ensino Superior Universitário.

No que concerne a política de emprego, os dois convidados não apresentaram uma opinião convergente. Ângelo Ferreira alertou para o excesso formativo de futuros enfermeiros em números, apesar de salientar que faltem enfermeiros nos Cuidados de Saúde Primários e Diferenciados. Alertou para a existência de desemprego nos Enfermeiros, estando em elevada percentagem nos Enfermeiros sem emprego durante o primeiro ano pós-licenciatura. Goreti Mendes por seu lado, afirma que não existe excesso de enfermeiros, mas sim uma falta de emprego por parte dos organismo de Governo. Salienta que a exigência e novos desafios da saúde exigirá cada vez mais um maior número de enfermeiros. Salientou ainda a ausência da Política de Saúde séria e baseada numa assertiva Gestão de Recursos Humanos. Alerta ainda para a ausência de enfermeiros nos locais de debate público, principalmente acerca de assuntos referentes para a prática de enfermagem. Defende também que a Ordem dos Enfermeiros terá de ter um papel interventivo de grande acção na defesa dos Cuidados de Saúde e de intervenção na defesa dos Enfermeiros.

No debate das Políticas de Saúde ambos salientaram a importância das Unidades de Saúde Familiares e da Rede de Cuidados Continuados e da defesa que estas politicas devem ser suportadas pelo Sector Público e apenas em último caso se possam transferir para o sector privado.

Por último e falando acerca da investigação e formação continua, ambos apontaram estes dois aspectos como fundamentais para a melhoria dos cuidados de saúde, salientando o esforço da escola para a oferta destas duas componentes.

Se conseguir arranjar esta entrevista em formato podcast irei disponibiliza-la no blog.
publicado por Luís Caldas às 16:31

Começo esta edição semanal que irá abordar um post ou conjunto de posts da blogosfera a falar de um único blog.

O Avenida Central recebeu esta semana a distinção do melhor blog português na vertente Cidade/Região. Este prémio é na minha opinião inteiramente merecido e reflecte a perseverança de Pedro Morgado em tornar o Minho e a cidade de Braga num enorme espaço de discussão plural que não se restringe ao debate político e partidário.

O Avenida Central tornou-se um ponto de referência de âmbito regional e nacional. Visitado por imensos internautas que vêem nele um importante espaço de debate, discussão, de lançamento de ideias. É um espaço democrático e de grande sentido de uma participação activa e pro-activa dos cidadãos. Apela aos problemas já instalados, como alerta para futuras situações que possam advir.

Este espaço é sem dúvida, sendo do agrado ou não, acreditando nas ideias ou não, um local obrigatório de passagem de informação da Cidade de Braga.

Ao amigo Pedro não o desafio, deixo-lhe um pedido: o de continuação do bom trabalho que tem vindo a desenvolver. Inovando e continuando a lutar pelos seus ideais e contribuindo para o crescimento e afirmação da cidade de Braga como a 3ª maior cidade do País e também da região Minhota como uma das mais importantes deste país.

Ao Avenida Central, os meus parabéns.
publicado por Luís Caldas às 16:06

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

18
21

23
24
25
26

30


arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


subscrever feeds
blogs SAPO