24 de Junho de 2008
Análise escrita por mim após os Quartos de Final da Competição num Fórum de Discussão.

Bem votei neste tópico ao final da primeira jornada e após a exibição de Portugal versus a Turquia estávamos num bom caminho, o facto de estes estarem nas meias finais e terem jogado na máxima força apenas contra nós e mesmo assim foram banalizados. Já o nosso ritmo foi descendente, porém após ver todos os jogos dos quartos de final parece-me que a Espanha foi a excepção que confirmou a regra. Mas a regra não é dos segundos, como alguns dizem, mas sim de poupar jogadores.

Quem viu o Turquia - Croácia, Holanda - Rússia verificou que no prolongamento as equipas mais frescas fisicamente eram aquelas que tiveram menos descanso. Numa competição deste tipo, uma pausa de oito dias é má.

Analisando as equipas que ainda estão em prova, torço pela Rússia, a Rússia que venceu todos os jogos menos contra a Espanha, porém quem viu esse jogo sabe o quão mentiroso o resultado o é. A Espanha é uma equipa manhosa e de contra ataque, porém com Arshavin em campo não sei se será tantas favas contadas.

A Turquia infelizmente parece-me que vai cair ante a Alemanha, não por superioridade Germânica, muito pelo contrário penso que o futebol turco é mais agradável que o Alemão, mas pela disponibilidade física dos turcos, o jogo já é quarta feira e no sábado os turcos apenas tinham 13 jogadores disponíveis para o jogo com a Alemanha.

Quanto a Holanda provou no jogo com a Rússia aquilo que eu previa, no primeiro jogo que apanhassem com uma equipa de ataque e que soubesse explorar a sua defesa muito fraca iria embora. Pareceu-me que o prolongamento contra a Rússia foi um crédito extra, que já nem mereciam. Do meio campo para a frente tem 1 ataque temível, mas defensivamente a Laranja Mecânica era fraquissima, tivessemos nós Edvin Van Der Sar na nossa baliza e com a nossa defesa o fado penso que contra a Alemanha seria outro. Basta ver que o guarda-redes holandês foi para mim o melhor jogador da Holanda nesse jogo.

A Itália, França confirmaram aquilo que me pareceu, a Itália nem naquilo que é reconhecida estava forte, isto é, na sua defesa. E neste jogo viu-se a falta que faz o Gatuso e Pirlo aquela selecção, principalmente este segundo para lançar a equipa para o ataque. A França era uma equipa de velhos, fim de uma geração. Ou se renova, ou parece-me que tem sério risco a nem ir ao Mundial.

Parece-me que a Rússia será a equipa que mais forte se apresenta nesta fase final, os seus jogadores por jogarem no campeonato russo que começou em Fevereiro/Março não estão em fim de época o que tira cansaço e pelo treinador que tem. O quanto eu gostava de ver Portugal jogar com a cultura Táctica de Gus Hiddink.
publicado por Luís Caldas às 21:03

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30


arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO