23 de Janeiro de 2008
Os últimos dias não têm sido muito bons, no que concerne a notícias sobre a saúde. Porém, estas situações existem à muito tempo e apenas não eram é divulgadas.

De salutar o papel que a Ordem dos Enfermeiros e Sindicatos de Enfermeiros têm feito na denuncia de situações de saúde que em nada beneficiam o SNS e que em nada ajudam a população. É importante que a OE e Sindicatos continuem a intervir, bem como os enfermeiros por este país a fora denunciado casos de situações de insegurança de cuidados de saúde.

Afinal é também para isto que a OE foi criada, para intervir e denunciar fracas condições de saúde.

De salutar as declarações do Ministro da Saúde que afirma ser necessário não formar enfermeiros em número excessivo.

A lutar também ganhamos... Só é preciso é que não sejamos apenas um pequeno grupo mas sim um todo, e que esse todo seja cada vez mais forte.
publicado por Luís Caldas às 20:00

22 de Janeiro de 2008
A primeira Conversa Improvável terá lugar no próximo dia 28 de Janeiro, pelas 21.30, no Estaleiro Cultural Velha-a-Branca, com um diálogo entre o Urbanismo e a Saúde Mental. Os convidados são Miguel Bandeira, Professor de Geografia do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, e João Bessa, Médico Interno de Psiquiatria e docente da Escola de Ciências da Saúde da mesma universidade.

Apesar de este blog não estar inserido no projecto, irá divulgar este e outros eventos que decorram na cidade de Braga.

Apareçam e participem...
publicado por Luís Caldas às 19:32

Instalado nesta nova região que estou, mas envolto numa nova rotina de vida totalmente diferente da anterior, o blog está de regresso.

Porém, será ainda numa fase pré funcionamento total.

Prometemos estar em full time brevemente.
publicado por Luís Caldas às 19:29

14 de Janeiro de 2008
Este post é dedicado a todos os amigos enfermeiros que se encontram em situação de desemprego e serve para divulgar o que apenas as Escolas de Enfermagem do país estão interessadas em esconder.

Visitem a reportagem do Público.

Já agora podem ler aqui os resultados obtidos num inquérito realizado pela FNAEE.
publicado por Luís Caldas às 16:15

11 de Janeiro de 2008
Por motivo profissionais o blog estará parado alguns dias, enquanto procedo a mudança de ares.

A todos os leitores um muito obrigado e até breve.

Prometo voltar no prazo máximo de um mês.

Atenciosamente,
Luís Caldas

PS. Afinal neste país ainda se conseguem coisas sem cunha.
publicado por Luís Caldas às 14:31

10 de Janeiro de 2008
Afinal a Margem Sul do Tejo não é assim tão árida e inospida que não permitisse a instalação do novo aeroporto internacional de Lisboa. De dar os parabéns a todas as entidades que não cederam às pressões estranhas que havia em redor da Ota. Afinal, o Sr. Mário Lino sempre voltou atrás.
E agora? Demite-se?
publicado por Luís Caldas às 16:49

09 de Janeiro de 2008
Devido à falta de tempo por motivo festivo aqui ficam algumas pequenas notas sobre a nossa saúde:

1º - A DGS pede à ASAE que investigue os estabelecimentos comerciais que tenham pelo dístico azul, para verificar se estes cumprem as condições exigidas pela nova lei. Quanto a vocês não sei, mas aposto que a grande maioria deles vai ter de mudar para dístico vermelho.

2º - No programa Prós e Contras da passada segunda-feira, foi interessante ver que afinal ao contrário do que a Sr. Doutora que é Directora Clínica do Hospital de Aveiro veio afirmar a culpa não foi da triagem, mas sim da organização do serviço. Não quero com isto dizer que todos os enfermeiros são totalmente competentes. Contudo, convém que os verdadeiros culpados sejam descobertos sempre e não se crie bodes expiatórios mais fáceis de acusar que os médicos. Sou totalmente contra qualquer tipo de proteccionismo intra-classes, principalmente quando praticado por Ordens profissionais que têm como papel zelar pelo cumprimento dos serviços prestados à população.
publicado por Luís Caldas às 22:26

Para não dizerem que só digo mal da govenação do nosso país. Foi publicada hoje uma portaria que aprova a redução do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos, exceptuando o gasoleo de aquecimento que aumentou, tal como acontece nos últimos anos, numa lógica de protecção ambiental.

Vamos agora ver se esta baixa no imposto se reflectirá nos preços praticados pelas gasolineiras, ou se o monopólio permanecerá sobre o pretexto da escalada do preço do petróleo nos mercados internacionais.

Desta vez, o Governo está de parabéns.
publicado por Luís Caldas às 17:09

08 de Janeiro de 2008
Resolvi escrever hoje sobre uma temática que carece de um amplo debate social e de uma intervenção pensada, articulada e séria. Não podemos abordar este tema de forma tão irónica e hilariante como o próprio título deste artigo é.

Qualquer centro urbano tem um fluxo enorme de carros de pessoas que se deslocam diariamente para trabalhar na zona citadina. Braga não foge à regra no que concerne a esta temática, não fosse esta a cidade de Rodrigues & Névoa e outras empresas que florescem no negócio dos parques de estacionamento.

Não vou contudo, criticar ou apontar a política de transportes públicos da cidade ou a necessidade de se pagar este estacionamento no centro da cidade, defendo aliás que este tipo de medidas poderá desencorajar a utilização de carros e como tal, será benéfica para a cidade.

Mas há um aspecto que não posso deixar de alertar, quem optar por deixar o carro nas zonas de estacionamento de parquímetros e não pelos parques cobertos tem de desembolsar o pagamento de uma dupla taxa de estacionamento. Uma que reverte para a CMB e outra que reverte directamente e sem impostos para a mão do arrumador de carros. Só não vê quem não quer, e é irrefutável negar que estes apenas largam o seu posto de trabalho as 19h ou quando a polícia se aproxima mais destes senhores.

Estes senhores vão mudando de posto e o seu patrão deve ser austero, pois muitos deles não duram muito tempo aqui nas imediações. Quem quiser observar é só passar junto ao hospital e à Igreja de S. Lázaro.

Este problema social carece de uma avaliação e intervenção séria da CMB. Não podemos continuar a resolver este tipo de problemas com a presença de polícia. É necessário criar políticas para actuar junto deste grupo social para que o segundo pagamento das pessoas não vá directamente para o bolso dos quartéis da droga.

Se calhar é altura da CMB investir na contratação de arrumadores profissionais que não recolhem duplo pagamento, apenas auxiliam o estacionamento e assim deixam o transito fluir e que deste modo afugentam estes senhores. É que se alguns deles são extremamente simpáticos e auxiliam o estacionamento e são de tal simpatia que até as portas do carro ajudam a abrir para que as pessoas não se molhem da chuva, outros há que se um simples não ou resposta menos boa na sua óptica poderá desencadear um risco no carro, ou um vidro partido.

Senhor Presidente se calhar também vale a pena pensar nisto.

publicado por Luís Caldas às 12:00

Guerra Ministro da Saúde - Ordem dos Médicos
Ordem dos Médicos não dialoga a criação das SIV com a Ordem dos Enfermeiros
Critérios Técnicos são ultrapassados por critérios políticos e economicistas


Quem põe ordem nesta saúde?
publicado por Luís Caldas às 01:07

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

2 seguidores
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
15
16
17
18
19

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


arquivos
2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


subscrever feeds
blogs SAPO